Portal de Notícias TV Conteúdo - Sua fonte de notícias na cidade de ...

Notícias Entretenimento

Ecad tem mais de 132 mil músicas cadastradas com amor no título

Registros foram feitos nos últimos 25 anos

Ecad tem mais de 132 mil músicas cadastradas com amor no título
Marcello Casal jr / Agência Brasil
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Levantamento feito pelo Escritório Central de Arrecadação e Distribuição (Ecad) em seu banco de dados, em alusão ao Dia dos Namorados, comemorado neste sábado (12), mostra que 132.975 músicas com a palavra amor no título foram cadastradas no Brasil nos últimos 25 anos, compreendidos entre 1997 e 2021.

Os títulos de obras musicais mais repetidos com esse tema foram: Amor (603 músicas); Amor proibido (572 músicas) e Nosso amor (468 músicas). Os anos que tiveram mais canções cadastradas com a palavra amor no título foram 2013 (18.737 músicas), 2019 (9.958 músicas) e 2020 (9.373 músicas).

Mais tocadas

Outra pesquisa foi relacionada às músicas mais tocadas nos principais segmentos de execução pública (rádios, sonorização ambiental, casas de festa e diversão, carnaval e festa junina) com a palavra amor no título nos últimos cinco anos.

O ranking é liderado por músicas do gênero sertanejo. Em primeiro lugar, aparece Não deixo não (incidental: vá pro inferno com seu amor), de autoria de Garoto Perdido, Guilherme Ferraz, Rafael Quadros, Sando Neto, Paulo Pires, Diego Ferrari, Meirinho, Ray Antonio e Everton Matos; seguida de Amor falso, de Mc Rogerinho, Felipe Enzo e Walber Cássio; e Antiamor, de Luan Santana, Breno, Caio Cesar, Edu Valim e Renan Valim.

Na quarta posição aparece Amor perfeito, de Paulo Massadas, Robson Jorge, Miguel, Lincoln Olivetti e Michael Sullivan. Em quinto lugar, ficou a melodia Mais amor e menos drama, de Victor Hugo, Michel Alves e Philipe Pancadinha.

Classificados do sexto ao décimo lugares, respectivamente, estão Dois loucos de amor, de Victor Hugo, Humberto Junior, Thalyta Peppes, Paulinho Juski, Newton Fonseca e Márcio Chaves; Morrer de amor, de Pj, Rogério Flausino, Alexandre Carlo, Marcos Túlio Lara, Paulinho Fonseca e Marcio Buzelin; Borbulhas de amor (tenho um coração), de Juan Luis Guerra e Ferreira Gullar; Se o amor tiver lugar, de Neto Schaefer, Edu Valim e Renan Valim; e Ousado amor, que tem como autores Flavia Arrais, Gabriel Guedes, Amauri Jr, Emi Sousa, Caleb Culver, Paris Jackson, Cory Hunter Asbury, Rafael Bicudo, Christie Tristão, Hananiel Eduardo Henklein e Isaias Saad. 

FONTE/CRÉDITOS: Agência Brasil / Alana Gandra - Repórter da Agência Brasil
Comentários:

Veja também

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!