Portal de Notícias TV Conteúdo - Sua fonte de notícias na cidade de ...

Notícias/Política

Lula recua de combater Orçamento Secreto, tratado em campanha como 'esquema de corrupção'

Enquanto era candidato, petista referia-se às emendas do relator como 'a maior excrescência política orçamentária do país'

Lula recua de combater Orçamento Secreto, tratado em campanha como 'esquema de corrupção'
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Campanha é campanha, governo é governo. Esse período de transição para a gestão petista que assume em janeiro, porém, quebrou todos os recordes. Antes mesmo de assumir, Lula já está desdizendo suas promessas eleitorais.

Tratadas como um escândalo e como “o maior esquema de corrupção da história do país”, as emendas do relator, também conhecidas como Orçamento Secreto, receberam do candidato do PT toda a artilharia pesada possível, além do compromisso de que ele não governaria nesses termos com o Congresso. Palavras.

O “toma lá dá cá”, ou, na expressão de Lula, “a maior excrescência política orçamentária do país”, não mais incomoda o agora ex-candidato. E continuará como moeda de troca com deputados e senadores, ainda mais diante do já anunciado Projeto de Emenda Parlamentar sugerida pela equipe de transição, a PEC Fura-Teto de Gastos, versão turbo, estimada em R$ 170 bilhões.

O relator do Orçamento no Congresso Nacional, senador Marcelo Castro (MDB-PI), aliado do futuro governo, confirmou que a discussão sobre o fim das emendas nem sequer entrou no radar da equipe de transição.

FONTE/CRÉDITOS: R7
Comentários:

Veja também

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!